4/27/2006

Deixa cá pôr estes mostrengos à mostra - Act.

Com cumprimentos ao Tugir e ao LNT (aqui), à Linha dos Nodos (aqui), ao Boss do Renas e ao Há Mouro Na Costa (ok, não conta. Mas há outros a publicitar a causa, acrescentá-los-ei assim que os recensear.) Já o Gimli's Mind Dumpster está desde Março a torcer pelos mostrengos.

A quem se interessar pelo eurofestival recomendo vivamente esta entrada minuciosa do Pedro Sá no Descrédito!.
Video:



Alguma Turbulência

Percebo agora que a barra que é suposto estar ali à direita é atirada lá para baixo no Internet Explorer (no Firefox e Opera aparece correctamente). Dei uma vista de olhos pelo template, mudei as ligações de sítio e nada. Sugestões?

Adenda: Era a fotografia mostrenga a bulir com o template. O meu obrigado ao Armando Ésse.

4/25/2006

Microcausa Lordi no Eurofestival

Tem site ou blogue? Adira à nossa Microcausa Lordi: O nosso objectivo é mobilizar a opinião pública a votar Lordi e conseguir que Portugal atribua pontos à Finlândia. Se ainda não sabe quem são os Lordi leia o próximo artigo e/ou veja (um d)os videos.



Linque esta entrada, os videos ou o site da banda!
Escolha uma ou mais das seguintes opções:

a)Lincar ou colocar um dos videos que se encontram no próximo artigo no seu blog, seguem os enlances para o YouTube:
Lordi, Hard Rock Hallelujah - videoclip;
Lordi, Hard Rock Allelujah - ao vivo no Nousturi;
(Pelos linques encontrará o código para inserir os videos no seu blogue.)

b) Lincar esta entrada (http://lusofin.blogspot.com/2006/04/microcausa-lordi-no-eurofestival.html) ou o blogue (http://lusofin.blogspot.com). Esta entrada permanecerá no topo do blogue durante as próximas semanas.

c) Publicitar os Lordi e o respectivo site no seu blogue: http://www.lordi.org. O site dedicado à presença da banda no eurofestival (em inglês) está em http://eurovision.lordi.org/. Se for esta a sua acção não se esqueça de deixar um comentário para que o possamos lincar.

Microcausa Lordi

[Nota: para aceder aos videos fazer scroll até ao fim desta entrada]

Já todos estão fartos de ouvir que o eurofestival da canção é uma bela porcaria, que as músicas são (quase) todas variantes do ritmo pop da moda, em inglês básico e fácil de assimilar, e que os vencedores da próxima edição virão dos países de leste ou dos balcãs (os conluios habituais). Mas nem por isso deixam de assistir ou prestar alguma atenção, mais não seja para "vergastar" os nossos representantes.

Para variar, os concorrentes finlandeses à edição deste ano são, digamos, um tudo ou nada exóticos. Uma banda de Hard Metal (ou Monster Heavy por razões por demais evidentes) que usa de efeitos pirotécnicos nos seus espectáculos e se esconde debaixo de intensa maquilhagem (três horas de trabalho!). Mais, os Lordi são acusados de usarem ritos satánicos, como podem constatar pela leitura dos excertos dos artigos do Nyt, IHT, Chicago Tribune, Guardian,... Apropriadamente, o tema que a banda vai tocar no eurofestival chama-se "Hard Rock Hallelujah".

O nosso objectivo é mobilizar os internautas e influenciar o maior número de portugueses a votar Lordi e conseguir que Portugal atribua pontos à Finlândia. Os finlandeses podem ser ricos, «educados» e desenvolvidos, os "génios" do modelo tecnológico, mas lá no fundo há um traço do carácter que nos une: "In Finland, we have no Eiffel Tower, few real famous artists, it is freezing cold and we suffer from low self-esteem," diz o vocalista (NYT).

Mas não votem/promovam os Lordi (só) pelos finlandeses ou para abalar as fundações da farsa, façam-no por Portugal:
Se os portugueses atribuirem 2 pontos à Finlândia garanto-vos que o país será notado - os viticultores do Douro e Estremadura agradecerão. Se forem 4 o turismo de Portugal notará a diferença no Outono e no próximo ano - os finlandeses prestam muita atenção ao que no estrangeiro pensam deles e não são nada mal agradecidos. Se forem seis preparem-se para uma invasão, ainda este verão, de meninas loiras com os cabelos despenteados e rapazes branquinhos/cor de rosa com mochila às costas. Já estou a ver a população tuga a duplicar... Se forem 8 ou 10 surgirá um movimento para localizar uma fábrica da Nokia em Palmela.

Vejam o video -cliquem em "ver mais"- e confirmem que estes lapões são uma autêntica pedrada no charco lamaçal da eurofestival!
O videoclip:


Para os amantes do live, o tema tocado ao vivo (as imagens mais do que compensam a fraca qualidade do som):

Lordi!

They have eight-foot retractable latex Satan wings, sing hits like "Chainsaw Buffet" and blow up slabs of smoking meat on stage. So members of the band Lordi expected a reaction when they beat a crooner of love ballads to represent Finland at the Eurovision song contest in Athens, the competition that was the springboard for Abba and Celine Dion.
Artigo no NYT: «Finland Squirms as Its Latest Export Steps Into Spotlight» (também no IHT).

Lordi

Lordi, Lordi!

"We ask the Finnish Commission of the Eurovision Song Contest to cancel the procedure and choose another song. This evil and satanic Finnish band is not welcome in Greece."
Uma associação grega, os Hellenes, citados no Guardian «Finland sends in the heavy metal mob for its Eurovision challenge».

25 de Abril SEMPRE!

Já lá vão 32 anos da Revolução. Uma revolução sui generis, às vezes com momentos caricatos.

"Enquanto lia estas informações, o jipe trava de repente e dou comigo parado no sinal vermelho do cruzamento da Cidade Universitária. Olho para o lado e vejo um autocarro da Carris também parado. Achei que era de mais parar a Revolução ao sinal vermelho, quando o que distinguia os carros do MFA era um triângulo vermelho no lado esquerdo das viaturas ou tapando a matrícula. Mando avançar tocando as sirenes das autometralhadoras EBR até chegar ao Terreiro do Paço." - Salgueiro Maia

Qando um punhado de valentes ofereceu ao povo português o maior presente, a liberdade. O meu sincero obrigado a todos eles.

À frente das operações, um herói.
Perdão, um Herói.
Um "simples capitão" que mostrou aos generais do mundo inteiro como enfrentar a tensão do momento, de como conseguir atingir os seus objectivos, e ao mesmo tempo, com uma multidão atrás de si, evitar um banho de sangue.

"Vi uma massa de gente, todos a levantar a voz, a pôr flores nos canos das espingardas. Ninguém precisou de matar ou ser morto. Ninguém precisou de ordenar um assalto, ou até de prender o rei e os seus vassalos." - Salgueiro Maia

Ficará para a história como o protótipo do líder íntegro, que cumpriu a sua missão, e recusou posteriores honrarias. Em vez disso, pagou a sua "impertinência para com as chefias" com lugares menores, longe de casa, mas onde sempre demonstrou o seu profissionalismo.
Hoje a sua estátua é reposta à entrada de Santarém. Tenho pena de não poder assistir à cerimónia, já que estou do outro lado da Europa. Mas se hoje sou livre para escolher onde vivo, também o posso agradecer a quem fez o 25 de Abril.

Realmente o que Portugal precisa é de muitos Salgueiros Maia.

4/17/2006

Jejum e Abstinência

Ao que parece os meus colegas de blogue são pessoas de fé. Não serei eu a desviá-los para o pecado.

4/11/2006

Helsinquia

Uma mensagem publicada na mailing-list,para quem pretende visitar Helsínquia, listando alguns dos musts da cidade.
  • Helsínquia é uma cidade relativamente plana e da torre do estádio Olímpico (artigo) ou do Hotel Torni (tradução: torre) em Kamppi consegue-se uma vista de quase toda a cidade;

  • Seurasaari, a ilha museu. Sempre que lá vou penso quanto não valeriam os terrenos para construção incluindo as ilhas próximas. A que está do lado esquerdo (perto do parque sibelius) tem a maior parte da sua área como parque para cães!

  • O bairro de pikku-huopalahti visto por quem chega de Seurasaari /Munkkiniemi(foto, mais aqui) para conhecer o lado menos conseguido da "marabilhosa" arquitectura local e como exemplo de simbiose social (casas de renda controlada ao lado de alguns palacetes numa area entre duas das mais caras areas da capital - depois do centro e parte sul).

  • alguns bares de kallio que dizem, alguns bastante baratos e com uma clientela jovem. As lojas orientais em hakaniemi. Os mercados de Hakaniemi, Hietalahti e Kauppatori com as suas lojas especializadas. Os mercados ao ar livre de verão, utilitário em Hakaniemi, de troca em Hietalahti e turístico em Kauppatori.


(continua)

4/01/2006

I want your vote

De cada vez que penso que pouco me poderá realmente surpreender neste país alguém se encarrega por demonstrar o contrário.
Foi o que me aconteceu ontem quando encontrei entre os papéis destinados à reciclagem um panfleto eleitoral do senhor da foto, Teemu L. O folheto é sóbrio, e imprimido em cartão de boa qualidade: Teemu quer o nosso voto, com seriedade, e não olhou a despesas. Infelizmente, não só estavamos atrasados para o acto (dias 27 e 28) como nunca poderíamos votar- não estamos filiados na igreja luterana.

E para que quer ele o voto dos fiéis? Teemu é um dos três candidatos pré-aprovados por uma comissão da igreja, à eleição para vicário da paróquia de Meilahti. É isso mesmo, o vicário, responsável máximo da paróquia, é eleito para o mandato, por sufrágio dos membros residentes (isto foi o que eu descobri ao investigar na net).
Lembro-me vagamente quando em "Sob a Estrela do Norte", o romance de Väinö Linna, o vicário local se retira do serviço e os candidatos, teólogos de formação sem paróquia ou à procura de uma com mais possibilidades, se apresentarem à congregação para recolher o voto popular - isto em finais do séc. XIX. Na minha ignorância calculava que essas práticas já tivessem sido abandonadas e a igreja tivesse adoptado uma estrutura mais «profissional».