5/24/2006

Ainda os Lordi...

Incrível como está o... "jornalismo" em Portugal.

Falava ao telefone com o meu pai e perguntei-lhe se havia seguido o festival da Eurovisão. Respondeu-me que não (sensatamente, já não tem paciência para essas coisas...) mas que estava a seguir a polémica instalada na Finlândia...

Claro está que tinha lido este maravilhoso artigo e foi induzido em erro. Esclareci a situação, o que o levou a escrever ele próprio a seguinte missiva.

Enfim, o Correio da manhã pratica um "neo-jornalismo-fictício". No mínimo alucinante! :)

...adoraria ver o jornalista que escreveu esta peça fazer um relato sobre... sei lá... a situação no Iraque, por exemplo.

Devia ser melhor que um conto do La Fontaine!

8 Comments:

Blogger aNtonio said...

Não percam o vosso tempo a visitar o CM, a noticia é isto:

Eurovisão
Finlandeses contra Lordi


Um comité de artistas finlandeses está a deparar-se com problemas para organizar o próximo Festival da Eurovisão, particularmente depois das críticas internas aos vencedores do concurso, os compatriotas da Lordi, uma banda de ‘heavy metal’.



O comité, que reuniu anteontem em Helsínquia, tenta reunir apoios estatais e privados para organizar o evento em 2007. A tarefa não é fácil, face às críticas aos Lordi, acusados, inclusive, de serem “satânicos”



SIM, só isto.
Interrogo-me se eles ja produzem conteudos para os motores de busca ou se estavam à procura de um pretexto para incluir a foto conjuntamente com a palavra satanicos...

João, adicionei ao enlance para o CM um "nofollow", a noticia nao vale nada enquanto tal e nao me parece justo dar-lhe o nosso voto...

5/25/2006 10:00:00 da manhã  
Blogger pedro silva said...

cARO ANTONIO

a ideia é meter a palavra satanicos com lordi e ao mesmo tempo fazer um frete á catolica igreja que aqui temos...

5/25/2006 03:13:00 da tarde  
Blogger aNtonio said...

nah, a igreja ja tem o "da vinci" com que se entreter :)

ah e Joao, obviamente que se entenderes colocar o linque no formato original (sem nofollow) estás â vontade (ou eu posso-o fazer), eu fi-lo sem falar contigo. Eu tinha lido o artigo e nao me parece justo pactuar com este tipo de lixo...

5/26/2006 12:47:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Com o devido respeito e salvo melhor opinião, a mim parece-me que o direito à informação não se compadece com medidas censórias.
Os visitantes do blog têm capacidade para fazerem juizos sobre qualquer assunto sem necessidade de que alguém decida por nós o que é que devemos ver ou não. Isso é uma atitude muito católica.

Francisco (futuro residente na Finlândia)

5/26/2006 04:06:00 da tarde  
Blogger João Alferes said...

Francisco, apesar de o comentário do António assim o fazer parecer, o link ainda está activo. Apenas nos motores de busca não vai aparecer associado a este blog ;)

5/26/2006 06:55:00 da tarde  
Blogger aNtonio said...

Francamente, não tenho muita pachorra para processos de intenções. O Francisco não me conhece, não sabe o que eu penso e agradecia que se abstivesse de fazer juizos de valor sobre as minhas atitudes com base em informações de que nao dispoe.

Aconselho ainda uma visita ao dicionario, letra c de censura:)

5/27/2006 01:51:00 da manhã  
Blogger aNtonio said...

Ontem tinha decidido escrever uma entrada hoje sinto-me preguiçoso e fico-me pelo comentário.

Obviamente, não há aqui censura alguma. Este blogue não prossegue actividades de comunicação social, não disponibiliza regularmente ao público conteúdos submetidos a tratamento editorial nem está organizado como um todo coerente, nem aceita quaisquer obrigações que lhe queiram imputar.
Nós, os membros deste blogue, reservamo-nos o direito de editar, remover, acrescentar e apagar tudo aquilo que entendermos ser ou não do interesse deste blogue, de forma coerente ou não.
Compete aos leitores decidirem e avaliarem por si as acções expressas nas nossas entradas e formularem o seu próprio juízo. Pela parte que me toca não tenciono faltar-lhes ao respeito que me merecem e também por isso mesmo o enlance para o artigo do CM sempre permaneceu na entrada do João (apenas nos recusamos a atribuir o nosso voto na valuação promovida pelos motores de busca). Nada nos impede de retirar o enlance mas isso seria ridiculo e até uma falta de respeito para com o jornal, uma vez que a entrada do João tem por base esse mesmo artigo e eu copiei-o para os comentários.

5/27/2006 12:56:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Eeeehhh pessoal, calmex, limitei-me a exprimir educadamente a minha opinião. O João percebeu logo o que se passava.
Já que estou com a mão na massa, a censura não se exerce apenas sobre as actividades de comunicação social. Além dos livros, ou da arte, também atinge as consciências individuais, como é o caso, por exemplo, da moral católica, judaica ou muçulmana.
Mas não há crise, poça.

Francisco

5/27/2006 09:23:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home